Info-Angola

Você está aqui: Início País/Províncias Bié
  • Decrease font size
  • Default font size
  • Increase font size
Bié
Bié PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

ImageCaracterísticas


Capital: Cuito

Área
: 70 314 km2

População
: 1 338 923

Clima
: tropical de altitude

Distâncias em km a partir do Kuito
: Luanda 709; Huambo 165

Indicativo telefónico
: 248

Agricultura
: citrinos, arroz, feijão, milho, sal, banana Minerais caulino, ferro, manganês, minerais radioactivos

 

A cidade do Cuito, antiga Silva Porto, capital da província angolana do Bié e marco geodésico e trigonométrico que determina o centro do país, comemorou no ano de 2006 o 446º ano desde que o padre Gonçalo da Silva atingiu o Bié em 1956, na época do expansionismo da potência colonial portuguesa em busca de novos horizontes político-económicos para reforçar o seu poderio de estado.

No mesmo local onde hoje floresce a cidade mártir do Kuito arrasada por uma guerra sem procedentes, por volta de 1771 quando era governador geral de Angola, D. Inocêncio de Sousa Coutinho, foi fundada no planalto do Bié uma povoação a que se deu o nome de Amarante. Segundo a história, os portugueses começaram a interessar-se pelo Bié em 1772, tendo nomeado nesse ano seu primeiro Capitão-mor e Juiz da província do Bié, Joaquim Rodrigues, o qual se instalou em Ekovango, antiga Embala principal da região.

Os principais acontecimentos históricos ocorridos foram: a derrota do Rei Ndunduma e penetração dos portugueses em 1890. A seca em 1949 por causa dos insectos Olohuma, fez com que algumas populações imigrassem para as vizinhas República da Zâmbia e do Botswana. A guerra dos nove meses no Bié em 1993.

Em 1786, no governo de Sousa Coutinho, foi iniciada da fundação do Bijé. Em 1840 Silva Porto estabeleceu-se no local a que deu o nome de Belmonte. Por Decreto de 24 de Janeiro de 1891 intitulou-se a Capitania Mor do Bié – derivado de Bijé – sendo instalada em Belmonte, no Forte de Silva Porto. Por Portaria de 15 de Janeiro de 1904 foram extintas as capitanias-mores do Bié e do Bailundo e substituídas por concelhos.

Em 1905 teve Comissão Municipal e em 1910 já tinha dois hotéis. Houve uma Liga Nacional de Instrução que mantinha uma professora a qual recebia em sua casa filhos dos comerciantes dos arredores. Em 1911 fundou-se a Associação Comercial do Bié, com estatutos aprovados no ano seguinte. Em 1919 foi criada uma agência do Banco Nacional Ultramarino e instalou-se um quartel de tropas extraordinárias. Começou-se a construção de um hospital e surgiu o Teatro de Silva Porto, modesta casa de espectáculos mas que deu vida ao meio. Por Decreto nº 63 de 9 de Maio de 1920 foi criada a Câmara Municipal do Bié, que ficou instalada em 1922.

O Decreto nº 134 do Alto-comissário, de 1 de Maio de 1922, criou o Distrito do Bié, compreendendo os concelhos do Bié, Andulo, Alto Cuanza e Ganguelas, passando Belmonte a denominar-se Vila Silva Porto; nesse tempo havia três cidades em Angola: Luanda, Benguela e Moçamedes. O ano de 1924 foi notável para a economia da região, fundando-se Silva Porto-Gare, sendo de lamentar (parece-nos) que nessa altura não mudasse Silva Porto para o local da estação pois que em Silva Porto ainda não havia muito a perder.

No tempo do governador Coronel Lopes Mateus foi a vila elevada à categoria de cidade pelo Diploma Legislativo nº 740, de 31 de Agosto de 1935. Em 1936 a Câmara mandou construir um edifício para o Tribunal e em 1938 organizou os serviços de luz e água. Por Bula Pontifícia de 4 de Setembro de 1940 foi criada a diocese de Silva Porto, sendo seu primeiro Bispo Dom António Ildefonso dos Santos Silva.Pela portaria 9931 de 1957 foi-lhe dado foral. A Reforma Administrativa de 1937 criou a província do Bié. Com sede em Silva Porto, mas o Decreto nº 28.858, de 1954, acabou com a divisão em províncias e criou o Distrito do Bié-Cuando Cubango, definindo-lhe os limites a Portaria nº 8.094 de 1955.

 

 
Idiomas PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Nesta província a língua nacional que predomina é o Umbundo.

 
Municípios PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Os Municípios que compõem a Província são:

  • Andulo,
  • Camacupa,
  • Catabola,
  • Chinguar,
  • Chitembo,
  • Cuemba,
  • Cuito,
  • Cunhinga,
  • N'harêa.

Os Municípios estão distribuídos numa extensão de 70 374 Km ².

igreja-do chinguar-bié-650x72dpi

Igreja do Chinguar, Bié

Continuar...
 
Comunas PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

As 39 Comunas que compõem a Província são:

  • Munhango,
  • Caivera,
  • Sachinemuna,
  • Andulo,
  • Belo Horizonte,
  • Cambândua,
  • Chicala,
  • Chinguar, 
  • Chipeta,
  • Chitembo,
  • Chiuca,
  • Chivaúlo,
  • Dando,
  • Gamba,
  • Kachingues,
  • Kaiei,
  • Kalucinga,
  • Kamakupa,
  • Kangote,
  • Kassumbe,
  • Katabola,
  • Kuemba,
  • Kuito,
  • Kunhinga, 
  • Kunje,
  • Kutato,
  • Kwanza,
  • Luando,
  • Lúbia,
  • Malengue,
  • Mumbué,
  • Mutumbo,
  • Nharea,
  • Ringoma,
  • Sande,
  • Soma Kwanza,
  • Sto António da Muinha,
  • Trumba, 
  • Umpulo
Continuar...
 
Monumentos PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
  • ImageEstátua de Cristo Rei (Centro de Cristo Rei) - demarca o centro geográfico de Angola, no município de Kamacupa
  • Forte de Silva Porto
  • Forte de N`harea
  • Forte de Munhango
  • Antiga Cadeia dos indígenas
  • 1º Residência do autor  das viúvas
  • 1º Banco Nacional de Angola de Silva Porto
  • 1º Câmara Municipal de Silva Porto
  • 1ª Igreja Católica de Embala Jamba
  • Casa de Contratados no Andulo Velho
  • Quartel português na N`harea
  • Residência do saudoso Dr.Agostinho Neto
  • Centro Materno Infantil do Kunje
  • Centro de Formacção Feminina (Missão Feminina)
  • Casa da 3º Idade
  • Colégio Nossa Senhora da Paz
  • Centro Cristo Rei
  • Edificio do MININT
  • Estação do CFB
  • EFA- Empresa de Fabril de Angola
  • Instalações dos Clubes do Vitória Atlético do Bié e do União Petro do Bié
  • Ruínas - Residência do Dr. Agostinho Neto (primeiro presidente de Angola), primeira Câmara Municipal de Silva Porto, primeiro Banco Nacional de Angola de Silva Porto, primeira Igreja Católica de Embala Jamba.
Continuar...
 
Clima PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
O clima é tropical húmido e de altitude com duas estações, inverno seco e verão quente, e a temperatura média anual é de 19ºC.

TEMPERATURA

A temperatura máxima na estação quente não excede 20º C à sombra. Na estação das chuvas há por vezes geadas.


ALTITUDE

“O Bié, a 1.682 metros de altitude média, tem duas estações: a pluviosa ou quente, de Setembro a Maio, e a seca ou fria, de Maio a Agosto.


PLUVIOSIDADE

Durante a estação das chuvas, a pluviosidade pode atingir valores superiores a 1.500mm provocada pela condensação nas montanhas, diminuindo para cerca de metade no Sul; durante a estação quente, a nebulosidade é pequena e a humidade relativamente fraca.

O clima é muito favorável à vida agrícola e à fixação das populações.



Continuar...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 Seguinte > Final >>

Pág. 1 de 6