Vegetação PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Indíce do artigo
Vegetação
Página 2
Todas as páginas

Image
       
Angola possui florestas densas, coberturas descontínuas de arbustos e ervas e vastas extensões desertas no Namibe.

Uma grande parte de Angola está coberta pela selva ou por bosques de vegetação mais pobre, mas são também muito amplas as savanas e as estepas. Junto à desembocadura dos rios surgem as típicas zonas cobertas de mangues. Em geral, a flora é parecida às regiões naturais do Congo: palmeira de azeite, palmeira de coco, hevea, baobab e outras muitas espécies (há que assinalar a vegetação xerófila).

Welwitschia é um género monotípico de plantas suculentas consistindo numa única espécie, a famosa Welwitschia mirabilis Hook.f., que só existe no deserto do Namibe, na Namíbia e em Angola.

A vegetação da Angola entra no reino da savana. Devido às diversas condições físicas, aparecem formas vegetais equatoriais e desérticas. O bosque equatorial localiza-se no norte e noroeste e nas partes altas da planície, onde há maior número de precipitações. Da quantidade destas depende o tipo de savana. De norte a sul se passa das árvores e altas ervas às acácias e arbustos. Entre estes tipos existe uma qualidade de savana de bosque seco de árvores de copa plana e altas ervas secas. No extremo ocidental do país o deserto impede a existência de outras espécies vegetais.

 

 

FAUNA

ImageA fauna de Angola é muito rica e variada. A fauna terrestre distribui-se de acordo com a vegetação, e assim, na zona da savana e da estepe, abundam os herbívoros, com o hipopótamo e a girafa.

Destaca-se o elefante africano animal corpulento mas de dentes relativamente pequenos, conhecido em quase todos os dialectos indígenas por Ongamba ou N´jamba; o rinoceronte, conhecido por Chucurro, de que existem duas espécies: o rinoceronte branco, bastante raro, e o rinoceronte preto, com dois cornos que chegam a atingir 70 cm; a zebra, numerosos ruminantes, como o boi doméstico, muito perseguido pela mosca tsé-tsé cuja picada é mortal; o carneiro, a cabra, o almiscareiro, único ruminante em que cada pata possui quatro dedos completos com os metacarpianos completamente desenvolvidos e separados, numerosos representantes da família dos antílopes, como a gazela, a palanca, o Quichôbo ou Buzi, mergulhador tão potente como o hipopótamo, que habita no rio Cuchibi e Alto-Cuando, não se encontrando no Baixo-Cuando nem no Zambeze, pela presença aí de numerosos crocodilos.